A história de um planeta deformado

Imagem artística do exoplaneta com forma de bola de rugby, WASP-103b, a orbitar a sua estrela-mãe.

Imagem artística do exoplaneta com forma de bola de rugby, WASP-103b, a orbitar a sua estrela-mãe. (Crédito: ESA)

Não é redondo, também não é quadrado. É deformado, e parece uma bola de raguebi.

O que o fez assim, como foi possível descobrir isso, e o que diz aos astrónomos sobre a estrutura do seu interior, foi explicado por Susana Barros ao programa Os Dias do Futuro, na Antena 1.

“Com esta informação conseguimos saber como a matéria se organiza dentro do planeta, e determinar se tem um núcleo ou não.”
Susana Barros

Susana Barros, que liderou este estudo, é investigadora do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e da Universidade do Porto.

Os Dias do Futuro, Antena 1, 15 de janeiro, 2022 (a partir do min. 23:08)

 

Leia também o comunicado de imprensa do IAstro sobre esta descoberta.