Noites no Observatório – Máquinas de Caçar Planetas

Máquinas de Caçar Planetas, Noites no Observatório, 24 de junho, 2017

A sessão terá início com a palestra às 21:30. Após a palestra haverá um pequeno espetáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas decorrerão em contínuo ao longo da noite, até às 24:00.


Máquinas de Caçar Planetas

por Pedro Figueira, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

Desde a deteção do inóspito 51 Peg b descobrimos mais de 3600 exoplanetas, com propriedades que desafiam tanto a imaginação como várias teorias científicas.

Nesta palestra vamos conhecer a história da deteção e caracterização de planetas em torno de outras estrelas, uma história cheia de surpreendentes descobertas e de muitas perguntas ainda hoje em aberto.

A comunidade de investigadores portugueses é muito ativa neste domínio e está envolvida na construção de “máquinas de caçar planetas”, espectrógrafos de alta resolução usados para detetar outros mundos fora do Sistema Solar.

Terminaremos esta sessão discutindo a nossa capacidade de detetar planetas com as mesmas propriedades da Terra, e a participação de Portugal naquela que é provavelmente a grande questão científica dos nossos tempos.

Pode ver ou rever a sessão em formato vídeo no canal do IA no YouTube

Nota biográfica

Pedro Figueira é Licenciado em Física pela Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa e doutorado em Astronomia pela Universidade de Genève, onde teve como supervisores Michel Mayor e Francesco Pepe.

Atualmente é Investigador FCT no Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), onde participa ativamente na procura de novos planetas. Especializou-se na aplicação do método das velocidades radiais ao infravermelho e desenvolve instrumentação e software para deteção de planetas de pequena massa.

Para além da pesquisa científica, está fortemente envolvido em atividades de formação e de divulgação. Gosta de cerveja belga e de Lindy Hop.

Duração:

2,5 horas

Entrada gratuita


Inscrição

Apesar de ter acesso gratuito, a atividade requer uma inscrição obrigatória que pode ser realizada aqui.

Devido à crescente procura das nossas atividades e ao facto de existirem desistências sem aviso prévio, será solicitada por email a confirmação das presenças. A ausência de resposta (48 horas após a receção do pedido de confirmação) será tomada como uma desistência, sendo cancelada a inscrição. Por este motivo, esteja atento à sua caixa de correio eletrónico de modo a poder confirmar a sua participação nas atividades, quando lhe for solicitado.

Importante: 

A existência de observações astronómicas está sujeita às condições meteorológicas. Como têm lugar no exterior, aconselha-se o uso de roupa confortável e quente.

A realização da palestra é independente das observações. O Planetário Calouste Gulbenkian abre as suas portas meia hora antes do evento.

Receba os anúncios antecipadamente:

O tema da palestra e o programa são divulgados na segunda-feira da semana anterior ao evento. A divulgação é realizada através das páginas internet do IA e do OAL, assim como da lista de distribuição de notícias do OAL (Astronovas). Pode ainda receber os anúncios através da página de facebook do IA assim como do grupo facebook das Noites no Observatório.

Localização

Planetário Calouste Gulbenkian - Centro Ciência Viva
Museu de Marinha
Praça do Império
Lisboa

Como chegar

De carro
GPS – 38.698140, -9.208919

De autocarro
714, 727, 28, 729, 751 e 201

De elétrico
15

De barco
Estação fluvial de Belém ( Transtejo)

Videotransmissão

Pode assistir à sessão a partir de casa acedendo ao seguinte endereço e interagir com o palestrante, colocando as suas questões online.

A videotransmissão das palestras tem o apoio da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), unidade da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).

Saiba mais sobre o projeto Noites no Observatório

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *