Viagens no Espaço-Tempo

Noites no Observatório - Viagens no Espaço-Tempo

A sessão deste mês das Noites no Observatório terá início com a palestra às 21:30. Após a palestra haverá um pequeno espetáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas decorrerão em contínuo ao longo da noite, até às 24:00.

A palestra terá como tema Viagens no Espaço-Tempo, e será dada por Paulo Crawford, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

Viagens no Espaço-Tempo

A primeira novela de H.G. Wells, The Time Machine (A Máquina do Tempo), foi publicada em 1895, 10 anos antes de Albert Einstein construir a sua teoria da Relatividade Restrita (TRR).

Contrariamente aos ensinamentos de Isaac Newton, que postulou a existência de um tempo absoluto, independente do estado de movimento ou da localização dos observadores, a teoria da relatividade admite que o conceito de tempo não é absoluto mas, pelo contrário, o tempo é relativo, sendo a medida do tempo dependente do estado de movimento do observador ou da intensidade da gravidade local.

Apesar da maioria dos mortais entender que não há nada mais básico que a diferença entre o passado e o futuro, Einstein afirmou a dada altura: a distinção entre passado, presente e futuro não passa de uma ilusão obstinada.

A TRR não permite viagens no tempo para o passado (a menos que sejam possíveis velocidades taquiónicas), mas permite viajar para o futuro. Porém a TRG levanta essa proibição de viajar para o passado. Realmente as equações da RG, a teoria da gravitação de Einstein, têm muitas soluções, e algumas dessas soluções correspondem a universos onde estão criadas as condições que permitem viajar para o passado: através das chamadas curvas temporais fechadas.

Nota Biográfica

Paulo Crawford (nome completo: Carlos Paulo da Câmara Crawford do Nascimento) é atualmente professor aposentado da Universidade de Lisboa, tendo sido professor no Departamento de Física da Faculdade de Ciências da mesma universidade (FCUL). Licenciou-se em Ciências Físico-Químicas na FCUL em 1973, tendo-se doutorado só em 1987 e feito provas de agregação em 2000 na UL.

Durante o período em que foi professor regeu várias disciplinas na área da Relatividade, Astrofísica  e Cosmologia, tendo regido o primeiro curso de Relatividade e Cosmologia em Portugal em 1982-83. Orientou quase duas dezenas de alunos em provas de pós-graduação, Mestrado e Doutoramento, durante o período em que foi professor, tendo orientado os dois últimos alunos de mestrado já após a aposentação.

Partilhe

Duração:

3 horas

Entrada livre


Inscrição

Apesar de ter acesso gratuito, a atividade requer uma inscrição obrigatória que pode ser realizada aqui.

Devido à crescente procura das nossas atividades e ao facto de existirem desistências sem aviso prévio, será solicitada por email a confirmação das presenças. A ausência de resposta (48 horas após a receção do pedido de confirmação) será tomada como uma desistência, sendo cancelada a inscrição. Por este motivo, esteja atento à sua caixa de correio eletrónico de modo a poder confirmar a sua participação nas atividades, quando lhe for solicitado.

Importante: 

A existência de observações astronómicas está sujeita às condições meteorológicas. Como têm lugar no exterior, aconselha-se o uso de roupa confortável e quente.

A realização da palestra é independente das observações. O Planetário Calouste Gulbenkian abre as suas portas meia hora antes do evento.

Receba os anúncios antecipadamente:

O tema da palestra e o programa são divulgados na segunda-feira da semana anterior ao evento. A divulgação é realizada através das páginas internet do IA e do OAL, assim como da lista de distribuição de notícias do OAL (Astronovas). Pode ainda receber os anúncios através das páginas de facebook do IA e facebook do OAL, assim como do grupo facebook das Noites no Observatório.

Localização

Planetário Calouste Gulbenkian - Centro Ciência Viva
Museu de Marinha
Praça do Império
1400-206 Lisboa

Como chegar

De carro
GPS – 38.698140, -9.208919

De autocarro
714, 727, 28, 729, 751 e 201

De elétrico
15

De barco
Estação fluvial de Belém ( Transtejo)

Videotransmissão

Pode assistir à sessão a partir de casa acedendo ao seguinte endereço e interagir com o palestrante, colocando as suas questões online.

A videotransmissão das palestras tem o apoio da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), unidade da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).