Astrobiologia: o contexto cósmico da vida
Sessão de Natal 2016

Noites no Observatório – Astrobiologia: O Contexto Cósmico da Vida

A sessão deste mês das Noites no Observatório será realizada, excecionalmente, no dia 17 de dezembro. A sessão, que será de festa e repleta de surpresas, terá início com a palestra às 21:30, após a qual haverá um pequeno espetáculo de música e efeitos na cúpula do Planetário. As observações astronómicas decorrerão em contínuo ao longo da noite, até às 24:00.

Programa

21:30 – 23:00Astrobiologia: o contexto cósmico da vida, por Daniel Folha, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

23:00 – 23:30 – Concerto sob as estrelas do Planetário “Jupiter 49”, pela banda Tripé.

Os Tripé são um grupo de rock progressivo eletrónico, que divulga mensagens alusivas a temas ambientais e sociais, através de imagens projetadas em concerto. “Júpiter 49”, nome do EP lançado em 2016, é uma das luas do planeta Júpiter (Thebe) e simboliza o universo imaginário em que o grupo desenvolve o seu trabalho.

Em contínuo ao longo da noite, até à 1h00, decorrerão observações do céu com telescópios (condicionadas pelas condições meteorológicas).

Astrobiologia: O contexto cósmico da Vida

por Daniel Folha, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

A Astrobiologia é uma área de investigação que aborda o tema da “vida” no seu contexto cósmico. Qual a origem da vida e como evolui? Existe vida para além da Terra? Como detetá-la? Qual o futuro da vida na Terra e no Universo?

Estas são as questões fundamentais a que a Astrobiologia tenta dar resposta, através de uma abordagem marcadamente multidisciplinar que envolve, entre outras, a Astronomia e as Ciências Planetárias.

Partindo da questão “o que é vida?”, passando por considerações acerca da sua origem, procurando no Sistema Solar locais onde a vida exista ou possa ter existido e expandindo essa procura a outros sistemas planetários, a “vida” é apresentada no contexto do universo que habitamos, no qual a Terra pode ser vista como um pequeno grão de poeira numa imensidão de espaço e de tempo.

Nota biográfica

Daniel Folha é Licenciado em Física/Matemática Aplicada pela Faculdade de Ciências da Universidade do Porto (FCUP). Desenvolveu os seus estudos de mestrado e trabalhos de doutoramento no Queen Mary University of London.

É astrónomo no Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) desde 1998 e do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) desde a sua criação em 2014. Lecionou na FCUP no âmbito da Licenciatura em Astronomia e dos Mestrados em Astronomia e em Ensino da Astronomia. Leciona no Instituto Universitário de Ciências da Saúde sendo responsável pelas unidades curriculares de Física de diversos cursos na área das ciências da saúde.

Ao longo dos anos tem coordenado projetos de promoção da cultura científica e tecnológica financiados pela Ciência Viva, é diretor executivo do Planetário do Porto – Centro Ciência Viva – e é coordenador do Grupo de Comunicação de Ciência do IA no polo do Porto.

Partilhe

Duração:

2,5 horas

Entrada livre


Inscrição

Apesar de ter acesso gratuito, a atividade requer uma inscrição obrigatória que pode ser realizada aqui.

Devido à crescente procura das nossas atividades e ao facto de existirem desistências sem aviso prévio, será solicitada por email a confirmação das presenças. A ausência de resposta (48 horas após a receção do pedido de confirmação) será tomada como uma desistência, sendo cancelada a inscrição. Por este motivo, esteja atento à sua caixa de correio eletrónico de modo a poder confirmar a sua participação nas atividades, quando lhe for solicitado.

Importante: 

A existência de observações astronómicas está sujeita às condições meteorológicas. Como têm lugar no exterior, aconselha-se o uso de roupa confortável e quente.

A realização da palestra é independente das observações. O Planetário Calouste Gulbenkian abre as suas portas meia hora antes do evento.

Receba os anúncios antecipadamente:

O tema da palestra e o programa são divulgados na segunda-feira da semana anterior ao evento. A divulgação é realizada através das páginas internet do IA e do OAL, assim como da lista de distribuição de notícias do OAL (Astronovas). Pode ainda receber os anúncios através das páginas de facebook do IA e facebook do OAL, assim como do grupo facebook das Noites no Observatório.

Localização

Planetário Calouste Gulbenkian - Centro Ciência Viva
Museu de Marinha
Praça do Império
Lisboa

Como chegar

De carro
GPS – 38.698140, -9.208919

De autocarro
714, 727, 28, 729, 751 e 201

De elétrico
15

De barco
Estação fluvial de Belém ( Transtejo)

Videotransmissão

Pode assistir à sessão a partir de casa acedendo ao seguinte endereço e interagir com o palestrante, colocando as suas questões online.

A videotransmissão das palestras tem o apoio da Fundação para a Computação Científica Nacional (FCCN), unidade da Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT).