Viajar no Espaço à boleia com os livros

Motivar crianças e jovens para a Astronomia e para as Ciências do Espaço através de leituras inspiradoras é o objetivo do Ler+ Espaço, um projeto nacional que é lançado hoje com a parceria do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

Estão abertas as inscrições para o Ler+ Espaço, um projeto que desafia os alunos dos ensinos básico e secundário a lerem e a pensarem em conjunto sobre o Espaço e o Universo. Esta é uma iniciativa aberta à rede escolar pública nacional e que resulta de uma parceria entre o Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), o Plano Nacional de Leitura 2017-2027 (PNL2027), e a Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa (FCUL).

“Se o Espaço é muitas vezes a motivação para procurar conhecer mais”, diz José Afonso, coordenador do IA e investigador da FCUL, “a leitura é a ferramenta essencial para o conseguir. Esta é pois uma parceria ideal, e que tem tudo para abrir os horizontes das crianças nas nossas escolas”.

Os grupos de alunos que aderirem ao projeto Ler+ Espaço serão convidados a escolher um dos livros de uma lista de leituras recomendadas, elaborada em conjunto pelo IA e pelo PNL2027 e disponível no portal do PNL2027.

Nestas recomendações de leituras incluíram-se tanto obras de não-ficção como literárias, mas todas ligadas aos temas do Espaço e do Universo. Ao longo do ano letivo, os alunos deverão depois trabalhar em equipa e transpor o que aprenderam para outros formatos, como um modelo tridimensional de um planeta, ou um texto de ficção, por exemplo.

Para Cristina Sarmento, elemento da equipa do PNL2027, responsável pela coordenação do Projeto Ler+ Espaço, “não obstante toda a tecnologia hoje à disposição, o espaço continua a guardar mistérios e a espicaçar as imaginações, incluindo as dos jovens. Há mesmo toda uma indústria pop, dirigida tanto a jovens como a adultos – com filmes, jogos, banda desenhada – que se baseia na exploração do espaço, real ou ficcionado. Queremos partir desse terreno propício, que são a sua curiosidade e os seus interesses, para estimular a leitura e o gosto pelo saber.”

“Se o Espaço é muitas vezes a motivação para procurar conhecer mais”, diz José Afonso, coordenador do IA e investigador da FCUL, “a leitura é a ferramenta essencial para o conseguir. Esta é pois uma parceria ideal, e que tem tudo para abrir os horizontes das crianças nas nossas escolas”.

O Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) dará o apoio científico ao desenvolvimento dos projetos, e disponibiliza já online uma lista de sugestões de publicações periódicas, filmes, websites, entre outros, como recursos complementares a que os alunos poderão recorrer.

“O projeto Ler+ Espaço combina a leitura com o saber fazer, permite desenvolver o trabalho em equipa e a disciplina, uma vez que os participantes têm tarefas partilhadas e prazos a cumprir. Estas atitudes serão fundamentais no seu futuro.”

Cristina Sarmento, responsável pela coordenação do Projeto Ler+ Espaço

Aos autores dos três trabalhos que mais se destacarem será oferecido um curso de astronomia, uma observação do céu com telescópios e bilhetes para visitar o Planetário do Porto – Centro Ciência Viva ou o Observatório Astronómico de Lisboa.

Será também organizado o Encontro Nacional Ler+ Espaço, a decorrer em maio de 2019 na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. Este será o momento em que os dez projetos finalistas serão apresentados e o júri, constituído por representantes das três instituições parceiras, selecionará os trabalhos de maior destaque.

“Para além do prazer de dar asas à imaginação, após uma boa leitura, espero que este projeto possa dar a conhecer a todos os participantes muito mais do nosso Universo, um Universo deslumbrante, e dar a entender que, hoje, o Universo está ao alcance de todos”, comenta José Afonso.

Cristina Sarmento acrescenta, “O projeto Ler+ Espaço combina a leitura com o saber fazer, permite desenvolver o trabalho em equipa e a disciplina, uma vez que os participantes têm tarefas partilhadas e prazos a cumprir. Estas atitudes serão fundamentais no seu futuro.”

Os agrupamentos escolares, ou as escolas não agrupadas, poderão inscrever-se durante este mês de outubro na plataforma online do PNL2027. Os trabalhos finais dos alunos deverão ser enviados até março de 2019, e os dez projetos finalistas serão anunciados em maio desse ano.

One thought on “Viajar no Espaço à boleia com os livros

Já não é possível comentar.