Ignite IAstro – Covilhã

Ignite IAstro Covilhã

Ao longo de 2016, os investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) estão a percorrer Portugal e a levar o Universo a vilas e cidades com menos acesso à comunicação de ciência.

O formato dos eventos Ignite IAstro permite expor, de modo divertido e acessível, cerca de uma dezena de temas da investigação em ciências do espaço feita em Portugal.

Vamos viajar do Sistema Solar às estrelas, e das galáxias aos confins do Universo, ao mesmo tempo que falamos dos instrumentos que nos permitem chegar tão longe.

Programa

Vénus: O Gémeo Falso
Ruben Gonçalves

Vénus é o planeta mais próximo da Terra e tem muitas semelhanças com o nosso planeta. Na mitologia romana, Vénus é a deusa que representa o amor, a beleza, a fertilidade e a prosperidade.
Mas será que este planeta é um destino apelativo para as férias de 2116?

1001 Receitas: Exoplanetas
João Faria

As melhores maneiras para encontrar planetas fora do sistema solar, com dicas e instruções detalhadas. Encontre o seu próprio planeta em menos de 5 minutos!

Medir os Astros na Época do Gaia
Pedro Sarmento

Quais os planetas que podemos encontrar com cada método de deteção? O que é o Gaia e como pode contribuir para cada um destes métodos? Tudo isto e pouco mais será respondido nesta apresentação.

Decifrar as Mensagens das Estrelas
Andressa Ferreira

As estrelas, apesar de muito distantes, conseguem dizer-nos muito através da sua luz, mas para entendermos o que elas têm a dizer, temos de interpretar a sua linguagem codificada.

A Música das Estrelas
Margarida Cunha

As estrelas são autênticos instrumentos musicais. Como podemos nós detetar a música que elas ensaiam? E o que é que essa música nos ensina acerca do seu tamanho e do seu interior?

Um Universo Cheio de Pó
Ciro Pappalardo

Irei mostrar por que o pó, apesar de enlouquecer pessoas em dias de limpeza, é um elemento fundamental para compreender a evolução das galáxias. O pó dar-nos-á novas dicas para construir um modelo evolutivo das galáxias.

Mas, infelizmente, este modelo não servirá para substituir o aspirador.

A Descoberta de Ondas Gravitacionais
Francisco Lobo

No dia 11 de fevereiro de 2016, os cientistas anunciaram a primeira deteção direta das ondas gravitacionais, a última peça que faltava para provar a validade da teoria da gravitação de Einstein.

Esta descoberta abre também uma nova janela para os cientistas estudarem objetos que não emitem luz, permitindo explorar e compreender melhor o Universo.

O Lado Escuro da Força
Tiago Barreiro

Mais de metade de todo o Universo conhecido pertence ao “lado escuro”. Ele não é observado diretamente e o que o compõe continua a ser para nós um mistério.
Vamos dar um pouco de luz ao lado mais escondido do Universo.

Somar a Luz, ou Telescópios em Equipa
Tiago Magalhães

Ver melhor e mais longe implica aumentar a quantidade de luz que os telescópios captam. Uma alternativa a construir telescópios maiores, que são grandes desafios de engenharia, é somar a luz de vários telescópios mais pequenos.

Vamos falar sobre a interferometria da luz e como ela permite ‘construir’ telescópios virtuais.

Descarregue o cartaz do evento.


Uma vez por mês, em cada evento Ignite IAstro, entre oito e dez investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço apresentam a sua investigação em apenas cinco minutos cada. Seguindo o conceito dos eventos Ignite, cada investigador terá de falar a compasso de uma sequência de 20 slides que avançam automaticamente a cada 15 segundos.

Conheça o calendário da digressão na página do projeto.

Pode seguir a digressão aqui nesta página e também no Facebook em www.facebook.com/iastro.pt/, no Google+ e no Twitter.

Partilhe

Duração:

1h 30

Entrada livre

Localização

Auditório Municipal
Rua do Castelo
Covilhã