Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço
Visualize no seu navegador

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço

Newsletter IAstro

12 April, 2024

Cursos

  • Astrobiologia: O caminho para a descoberta de organismos extraterrestres
  • Breve história do Universo

Recursos e Conteúdos

  • Os melhores locais em Portugal para observar o céu noturno
  • Buracos negros, judo e radiotelescópios

Oportunidades no IA

No túnel do tempo

O IA nos Media

Cursos

Astrobiologia

Astrobiologia

O caminho para a descoberta de organismos extraterrestres

Sábados, 4 - 25 março
Edifício Leste do Observatório Astronómico da Ajuda, Lisboa

Quando olhamos para o céu estrelado, perante o grande número de pontinhos luminosos que sabemos hoje serem estrelas como o Sol, não podemos deixar de nos interrogar: “Será que estamos sós no Universo?”

Este curso apresenta o estado do conhecimento atual sobre a Vida no Universo e o caminho que nos poderá levar um dia a descobrir vida extraterrestre.

Formador: João Lin Yun, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

SABER MAIS
Breve história do Universo

Breve história do Universo

Sábados, 1 - 29 abril
Edifício Leste do Observatório Astronómico da Ajuda, Lisboa

Desde os primórdios da Humanidade que se procuram respostas sobre o Universo. Qual a sua composição e tamanho? O que existia antes do seu aparecimento?

Neste curso pretende-se compreender como é que se chegou à teoria do Big Bang, entender as diferentes fases de evolução do Universo, os seus componentes e abundâncias e considerar as perguntas ainda em aberto e respetivas respostas em desenvolvimento. Venha explorar a formação e o futuro do Universo!

Formador: Nelson Nunes, do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço e da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

SABER MAIS

Outros cursos em 2023

As Origens das Galáxias | 6-27 maio

Recursos e Conteúdos

Locais em Portugal para observar o céu noturno

Os melhores locais para observar o céu

Apesar de a temperatura em fevereiro nem sempre convidar à realização de atividades ao ar livre, é nas noitas frias e sem nuvens de inverno que melhor se observa o céu noturno. Veja a lista que o IA preparou com os melhores locais em Portugal para a observação do céu noturno.

SABER MAIS

PODCAST

Buracos negros, judo e radiotelescópios

Hugo Messias, colaborador do IA e um dos investigadores envolvidos na observação do buraco negro no centro da Via Láctea, fala sobre o seu percurso e o seu dia-a-dia no radiotelescópio ALMA, no Chile, no  primeiro episódio do podcast Caravela Cósmica, uma iniciativa de alunos do IA e de Ciências ULisboa.

OUVIR
Buracos negros, judo e radiotelescópios

Quero saber sobre...

Por que temas do Espaço e do Universo sente maior fascínio? Diga-nos e tentaremos responder à sua curiosidade através dos nossos conteúdos e atividades.

PERGUNTAR

Oportunidades no IA

3 Bolsas de Investigação para Doutoramento na área de Sistemas Planetários - Exoplanetas 

Área: Sistemas Planetários | Candidaturas até 17 de março

No túnel do tempo

Resgatar a gravidade aos seus extremos

2018, 22 de fevereiro

Resgatar a gravidade aos seus extremos

As bizarras predições da Relatividade Geral de Einstein sobre o espaço-tempo poderão vir a ser erradicadas por uma versão modificada da teoria, com amplas aplicações agora apresentadas num artigo de revisão de que é coautor um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA).

DESEMPOEIRAR

1473, 19 de fevereiro

Nesta data, nasceu o astrónomo e matemático polaco Nicolaus Copernicus, conhecido por propor o modelo heliocêntrico do Sistema Solar.
Em oposição ao modelo geocêntrico, desenvolvido por Aristótles e Ptolomeu, o modelo heliocêntrico defendia que a Terra, ao invés de estar parada no centro do Universo, deslocar-se-ia ao redor do Sol, como os outros corpos celestes do Sistema Solar. Apesar de incorreto em vários pormenores, nomeadamente ao colocar o Sol perto do centro do Universo, representou uma importante mudança de paradigma e abriu as portas para o atual entendimento da mecânica dos corpos celestes.

Imagem no cabeçalho

A galáxia NGC 1365 é uma espiral com dois braços evidentes, e uma barra que inclui o centro, incluindo-a na categoria das espirais barradas. A imagem foi obtida no infravermelho, o que permite evidenciar as regiões de gás e poeira, mais escuras e avermelhadas, que se estendem ao longo dos braços e como filamentos ao longo da barra. Esta galáxia faz parte do enxame de galáxias da Fornalha, e encontra-se a 60 milhões de anos-luz.
Créditos: ESO/P. Grosbøl

O IA nos media

Aprender mais sobre o sistema solar e astrobiologia com um jogo

Sapo Tek, 11 de fevereiro

No Dia das Mulheres e Raparigas na Ciência, há “Festa das estrelas” na Ajuda

Time Out, 7 de fevereiro

Prémios ACTIVA Mulheres Inspiradoras: e as nomeadas na categoria Ciência são…

Activa, 26 de janeiro

Eleita nova direção da Sociedade Portuguesa de Astronomia

Ciências ULisboa, 23 de janeiro

Pode o Zodíaco ter um novo signo? Serpentário, a 13.ª constelação

CNN Portugal,  23 de janeiro

Estamos a perder a noite: o brilho no céu duplicou na última década

Público, 21 de janeiro

Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço lança jogo de tabuleiro!

Central Comics, 18 de janeiro

Extraterrestres imaginários ajudam a aprender sobre o Sistema Solar e a vida fora da Terra

Sul Informação, 17 de janeiro

Pedra preciosa encontrada em Marte – descoberta é ainda mais valiosa porque “aumenta as possibilidades de vida”

Expresso, 17 de janeiro

Queres ver um cometa verde que os neandartais também viram?

Visão Júnior, 16 de janeiro

Subscreva a Newsletter IAstro, ou consulte as edições anteriores.
Partilhe este e-mail com familiares e amigos.

Descubra mais em https://divulgacao.iastro.pt

Siga-nos ou fale connosco:

LISBOA
Tapada da Ajuda,
Edifício Leste, 2º Piso
1349-018 Lisboa
Tel. +351. 213 616 739

PORTO
Rua das Estrelas
4150-762 Porto
Tel. +351. 226 089 830

COIMBRA
R. Observatório s/n
3040-004 Coimbra
Tel. +351. 239 802 370

Está a receber este e-mail porque subscreveu a Newsletter IAstro
no website do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço.

Edite as suas preferências de subscrição
ou deixe de receber a newsletter IAstro.

Financiamento institucional