Link-press: 202007#2

Clique nas imagens para as obter com maior resolução.

Disrupção nas nuvens de Vénus-Akatsuki
Sequência de imagens no infravermelho das nuvens baixas de Vénus, evidenciando consistentemente padrões de uma descontinuidade nas nuvens à escala planetária.
Créditos: Javier Peralta/JAXA-Planet-C team.
Disrupção nas nuvens de Vénus (detalhe)
Exemplo de ondulações atrás da descontinuidade, no lado noturno, a 15 de abril de 2016.
Créditos: Javier Peralta/JAXA-Planet C team
Disrupção nas nuvens de Vénus-Akatsuki
Animação mostrando as nuvens baixas (a cerca de 50 km de altitude) do lado noturno de Vénus, no infravermelho. Nuvens claras são mais transparentes à radiação térmica emitida do solo do que as nuvens escuras.
Ficheiro animado disponível aqui
Créditos: Javier Peralta/JAXA-Planet C team/NASA
Disrupção nas nuvens de Vénus-Akatsuki
Animação mostrando as nuvens baixas (a cerca de 50 km de altitude) do lado noturno de Vénus, no infravermelho. Nuvens claras são mais transparentes à radiação térmica emitida do solo do que as nuvens escuras.
Ficheiro animado disponível aqui
Créditos: Javier Peralta/JAXA-Planet C team
Disrupção nas nuvens de Vénus - Akatsuki
Padrões de disrupção das nuvens vistos em imagens no infravermelho obtidas pela sonda da agência espacial japonesa JAXA, a Akatsuki, em 2016.
Créditos: Javier Peralta/JAXA-Planet C team