Ignite IAstro – Ponte de Lima

Ignite IAstro Ponte de Lima

Os investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA) estão a percorrer Portugal e a levar o Universo a vilas e cidades com menos acesso à comunicação de ciência.

O formato dos eventos Ignite IAstro permite expor, de modo divertido e acessível, cerca de uma dezena de temas da investigação em ciências do espaço feita em Portugal.

Vamos viajar do Sistema Solar às estrelas, e das galáxias aos confins do Universo, ao mesmo tempo que falamos dos instrumentos que nos permitem chegar tão longe.

Programa

Nem sempre o Sol está calmo

João Lima

Quando a nossa estrela está ativa, é palco de fenómenos violentos e belos. Alguns deles originam partículas que viajam em direção à Terra a velocidades muito elevadas. Estará o nosso planeta protegido? E os nossos astronautas?

Estrelas na idade do armário

Raquel Albuquerque

À semelhança dos seres vivos, as estrelas nascem, crescem e morrem. Uma das fases mais ativas da vida estelar ocorre na sua ‘puberdade’, quando as estrelas encontram o equilíbrio entre ganhos e perdas de matéria.

Nesta breve apresentação, irei explorar as características mais rebeldes das estrelas jovens.

Somos feitos de poeira das estrelas

Elisa Delgado-Mena

De onde vieram os átomos que compõem o nosso corpo? O cálcio dos nossos ossos, o ferro no nosso sangue, o magnésio nos nossos músculos e quase todos os elementos químicos de que somos feitos foram produzidos por estrelas que hoje já não existem.

Foram estrelas que antecederam o Sol e a formação do Sistema Solar e sem as quais nunca se poderia ter formado a Terra. Em cinco minutos vamos saber o que temos em comum com as estrelas.

Um ESPRESSO para outros mundos

Nuno Santos

Como é que conseguimos descobrir planetas a orbitar outras estrelas se elas ofuscam por completo a luz refletida pelo planeta?

Os astrofísicos utilizam a física para detetar indiretamente planetas na vizinhança de uma estrela. Em conjunto com engenheiros, ajudam a desenvolver tecnologia e instrumentos tão sensíveis como o ESPRESSO. Este espectrógrafo será capaz de captar na luz das estrelas os efeitos muito ténues produzidos por planetas tão pequenos como a Terra.

Aceite o convite e apanhe o ESPRESSO para outros mundos.

Medindo exoplanetas

Sérgio Sousa

Hoje em dia já se descobriram mais de 2000 planetas extra-solares que orbitam outras estrelas na nossa galáxia.

Vamos explicar como muitos destes planetas foram descobertos, e falar de técnicas, ferramentas e missões que nos permitem medir e caracterizar estes novos mundos longínquos.

1, 2, 3, ao infinito e mais além

José Pedro Mimoso

Uma viagem aos confins… e ao início do Universo. Regresso garantido ao fim de cinco minutos.

Ouvir o Universo

Lara Sousa

Com a descoberta das ondas gravitacionais passámos a poder ouvir alguns dos segredos mais bem guardados do Universo. Mas o que são ondas gravitacionais? O que ouvimos até agora? Que outros mistérios nos podem elas ajudar a resolver?

O lado escuro da força

Tiago Barreiro

Mais de metade de todo o Universo conhecido pertence ao “lado escuro”. Ele não é observado diretamente e o que o compõe continua a ser para nós um mistério. Vamos dar um pouco de luz ao lado mais escondido do Universo.


Em cada evento Ignite IAstro, entre oito e dez investigadores do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço apresentam a sua investigação em apenas cinco minutos cada. Seguindo o conceito dos eventos Ignite, cada investigador terá de falar a compasso de uma sequência de 20 slides que avança automaticamente a cada 15 segundos.

Conheça o calendário da digressão na página do projeto.

Pode seguir a digressão aqui no website e também no Facebook em www.facebook.com/iastro.pt/ e no Twitter.

Duração:

1h 30m

Entrada livre

Localização

Auditório Municipal
Praça da República
Ponte de Lima
Saiba mais sobre o projeto Digressão Ignite IAstro

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *